Quais países exigem visto?

Publicado em

Antes de planejar uma viagem e embarcar para qualquer país do mundo, o turista brasileiro deve se certificar, com a embaixada ou consulado de destino, quais os requisitos necessários para entrada. Alguns deles exigem o visto para a entrada no país, ainda que para diferentes atividades, como turismo, estudo ou trabalho. A solicitação, às vezes, deve ocorrer com bastante antecedência.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), não é permitido ao brasileiro que queira trabalhar ou estudar no país de destino viajar com o visto de turista. Nesses casos, ele pode ser preso e deportado. Em todos os casos, é importante o turista ter em mãos os endereços e telefones das embaixadas e consulados brasileiros no país de destino.

LEIA TAMBÉM: Como obter passaporte?

Países pertencentes ao Mercado Comum do Sul (Mercosul), União Europeia, além de México, Rússia, Israel e Reino Unido, dispensam a emissão do visto de turista, mas a dispensa não serve para quem for estudar ou trabalhar.

Veja quais países exigem visto de turista para brasileiros:

Afeganistão (exige também a vacinação contra a poliomielite até um ano antes da viagem); Argélia; Armênia; Angola; Austrália (exige a vacinação contra febre amarela, passaporte com validade de pelo menos seis meses, entre outros); Bangladesh; Benin; Burkina Faso; Cabo Verde (portadores de passaportes brasileiros diplomáticos ou de serviço estão isentos do visto de entrada por um período de permanência de até 90 dias); Camarões (portar carteira internacional de vacinação contra a febre amarela); Camboja (turistas podem solicitar visto no momento de chegada “visa on arrival”); Canadá; Catar; China; Congo; Cuba (é preciso portar seguro de viagem com cobertura de despesas médicas no país); Egito (visto também pode ser adquirido quando da chegada no aeroporto do Cairo, ou mesmo nos postos de fronteira); El Salvador; Emirados Árabes Unidos; Estados Unidos (recomenda-se planejar a obtenção do visto com vários meses de antecedência em relação à viagem, antes de adquirir passagem aérea); Etiópia; Gabão; Gana; Índia (turista deve portar certificado internacional de vacinação contra febre amarela); Honduras; Irã; Iraque (visto concedido pelo Consulado do Iraque no Brasil); Indonésia (visto de turista pode ser obtido no aeroporto, desde que apresentado passaporte com validade mínima de 6 meses); Japão (como não há voos diretos entre o Brasil e o Japão, turistas devem prestar especial atenção às exigências de entrada ou trânsito do país no qual farão conexão ou escala aérea); Jordânia (contar com visto de entrada aposto no passaporte ou solicitá-lo no aeroporto, mediante pagamento de taxa adicional); Líbano; Laos (turistas ingressando no Laos por terra ou pelos aeroportos podem obter visto no momento da chegada); Mali (portador de passaporte diplomático ou oficial está isento da exigência para ingressar no Mali); Moçambique (visto poderá ser obtido na Embaixada e inclusive nos aeroportos, ao custo de US$ 82); Nepal (visto de turista poderá ser adquirido na chegada ao aeroporto); Nigéria; Quênia (na chegada ao aeroporto o visto poderá ser adquirido com entrada válida por um período não superior a três meses); República da Guiné (exigido certificado internacional de vacinação contra a febre amarela); São Tomé e Príncipe (é preciso fazer requerimento de autorização de entrada para então ser expedido o visto); Vietnã; Tanzânia (vistos para turistas brasileiros, válidos por 90 dias são concedidos na chegada, nos aeroportos ou postos de fronteira).

Fonte: Ministério das Relações Exteriores