No G1, cobri o incêndio na terra indígena Arariboia, no Maranhão

No G1, cobri o incêndio na terra indígena Arariboia, no Maranhão

Entre setembro e outubro de 2015, participei da cobertura do G1 sobre os incêndios na terra indígena Arariboia, na região central do Maranhão, em contato com as equipes da TV Mirante, Centro Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (Prevfogo) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

(mais…)

Maranhão é sexto em desmatamento da Amazônia Legal, em 2016

Desmatamento no Maranhão: no G1, repercuti destruição de 24,1 mil km² de Floresta Amazônica

Em outubro de 2015, elaborei uma reportagem sobre o desmatamento no Maranhão, que, segundo dados de um projeto de monitoramento do desmatamento na Amazônia, alcançou área maior que o território do Estado de Sergipe em 26 anos.

(mais…)

Fadinha do skate: do Centro de Imperatriz para o mundo

Fadinha do skate: do Centro de Imperatriz para o mundo

Ela encantou muitos internautas; e fui designado, na redação do G1, a conversar com ela, a garotinha de apenas sete anos, do interior do Maranhão, que ganhou destaque nas redes sociais. Apaixonada pelo skateboarding, a fadinha do Skate publicou um vídeo mostrando suas tentativas em completar uma manobra bem difícil.

(mais…)

No G1, indiquei roteiro de visitação a São Luís

No G1, indiquei roteiro de visitação a São Luís

Nos 403 anos de São Luís, elaborei uma reportagem para o G1 indicando um roteiro de visitação à capital maranhense, a exemplo do que fiz na reportagem sobre os Lençóis Maranhenses alguns meses antes. Do Centro Histórico ao ‘roteiro do pôr do sol’, indiquei opções para todos os gostos.

(mais…)

Lençóis Maranhenses

Lençóis Maranhenses: no G1, fiz guia de visitação em cinco dias pelo paraíso

Em julho de 2015, o G1 publicou, como parte de uma série de reportagens sobre turismo, uma reportagem minha sobre os Lençóis Maranhenses. Um guia de visitação, em cinco dias, desse paraíso escondido no Nordeste do Brasil.

(mais…)

7º Prêmio Sebrae de Jornalismo: fui campeão estadual na categoria Webjornalismo

7º Prêmio Sebrae de Jornalismo: fui campeão estadual na categoria Webjornalismo

Em junho de 2015, fui vencedor da etapa estadual do 7º Prêmio Sebrae de Jornalismo no Maranhão, na categoria Webjornalismo. A reportagem que me levou ao segundo prêmio na carreira foi sobre franquias.

(mais…)

De 2009 a 2015, fiz parte da redação do Imirante

Padronização de publicações do perfil do Imirante no Instagram

Entre 2014 e 2015, gerenciei alguns dos perfis em redes sociais do portal Imirante, em especial o perfil do Instagram, criando artes e realizando a padronização das publicações.

(mais…)

Cerimônia do 6º Prêmio Sebrae de Jornalismo, em Brasília

6º Prêmio Sebrae de Jornalismo: em 2014, o primeiro reconhecimento

Em maio de 2014, veio o primeiro reconhecimento por meio de premiação da minha carreira no Jornalismo. Fui finalista e vencedor na etapa estadual da sexta edição do Prêmio Sebrae de Jornalismo no Maranhão, com a reportagem Saiba o que é necessário para abrir sua própria franquia para o Imirante.

(mais…)

No Imirante, visitei áreas de deslizamento e alertei sobre riscos da ocupação irregular do solo

No Imirante, visitei áreas de deslizamento e alertei sobre riscos da ocupação irregular do solo

Essa é talvez uma das reportagens com a qual tenha mais carinho, de dar orgulho na carreira e satisfação de poder ter alertado sobre uma situação dentro da comunidade. Poucos dias após uma adolescente de 12 anos morrer em um deslizamento de terra, fui ao local da tragédia: a Segunda Travessa Babilônia, no bairro do Coroadinho – quarto maior assentamento urbano informal do Brasil, com população estimada em 53,9 mil habitantes e 14,2 mil domicílios, segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

(mais…)

Infográficos destacam importância do Centro de Lançamento de Alcântara

Infográficos destacam importância do Centro de Lançamento de Alcântara

Em agosto de 2013, o Imirante publicou um especial sobre os 10 anos da ignição prematura do terceiro voo do Veículo Lançador de Satélites (VLS), no Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), que resultou na morte de 21 cientistas brasileiros e atrasou o Programa Espacial Brasileiro.

(mais…)

Acompanhe as atualizações de conteúdo na página do Blog do Maurício Araya no FacebookCurta e compartilhe
+